domingo, 5 de março de 2017

O Clube dos Tatuados

Falta pouco mais de uma semana para fazer a minha primeira tatuagem. Não estou ansiosa nem constantemente a pensar no assunto - neste momento a minha mente está mais focada noutro assunto. Por um lado, ainda bem que assim é. Conheço-me bem ao ponto de saber que quanto mais penso num assunto, pior é. Nada me garante que não vou dar em maluca nos próximos dias, com a ansiedade, mas agora está tudo bem e é o que importa.
Para mim o mais difícil foi ir ao estúdio falar com o tatuador pela primeira vez. Adiei a primeira visita durante meses e arranjava todas as desculpas que podia para não ir lá nos dias que tinha estipulado. No dia em que tomei coragem para ir tremia que nem varas verdes. Atrapalhei-me vezes sem conta enquanto falava com ele e tenho a certeza que passei uma imagem nada impressionante sobre mim. Ainda assim lá marquei a tatuagem e resolvemos todos os detalhes com uma rapidez impressionante - a experiência dele e o facto de eu já saber bem o que queria ajudaram muito.
Na próxima semana vou, provavelmente, com uma amiga. Se entretanto ela mudar de ideias, o que não me parece provável, irei sozinha. O importante é que vou fazer algo que há anos ambiciono. Até agora este está a ser o ano em que finalmente estou a ganhar coragem para fazer aquilo que sempre quis fazer, dentro das minhas possibilidades. Já fui a Lisboa, já fui a um concerto da minha banda favorita, vou fazer uma tatuagem em breve e, pelos meus planos, não vou ficar por aqui. O ano ainda só está a começar. 


Sem comentários:

Enviar um comentário